|

Vice é preso por contratar pistoleiro para matar prefeito

O vice-prefeito de uma cidade no Tocantins é o principal suspeito de ter planejado por até três vezes a morte do prefeito Elson Lino de Aguiar (MDB), conhecido como Dotozim. Leto Moura Leitão Filho (PRB) foi preso por encomendar o ataque ao prefeito de Novo Acordo na quarta-feira. Em entrevista à TV Anhanguera, no entanto, ele negou envolvimento no crime ao ser transportado para a Casa de Prisão Provisória de Palmas. “Eu sou inocente. Não mandei matar ninguém. Dotozim é meu amigo”, disse.
Segundo o delegado responsável pelo caso, Leandro Risi, após Aguiar ter sido socorrido e estar fora de perigo, Leitão ainda ofereceu o dobro do valor para que o serviço fosse concluído quando o prefeito deixasse o hospital onde está internado em Palmas. Lino de Aguiar (MDB), de 59 anos, foi baleado na cabeça na tarde da última quarta-feira (9).
Segundo a família, o prefeito estava sozinho em casa quando foi atingido por três tiros no ombro, na perna e na cabeça. O atirador entrou no imóvel, que estava destrancado, e abriu fogo contra Aguiar, que estava no quarto. O prefeito conseguiu sair de casa, onde pediu socorro. O suspeito fugiu em uma motocicleta.
1 whatsapp image 2019 01 10 at 6 28 00 pm 9264845 - Vice é preso por contratar pistoleiro para matar prefeito
Gustavo Araújo da Silva já era monitorado pela polícia.
Ele seria o executor do crime
Segundo o delegado, o vice-prefeiro Leto Moura Filho encomendou o assassinato no final de 2018, antes do Natal, por R$ 4 mil, mas os criminosos não conseguiram executar a ação. Na segunda tentativa, nesta quarta-feira, o pagamento combinado foi de R$ 10 mil. Segundo o delegado, o vice ainda prometeu R$20 mil para ‘terminar o serviço’ quando Aguiar saísse do hospital. As informações foram dadas por Leandro Risi à TV Anhanguera.
A motivação do crime, segundo o delegado, teria sido uma desavença pela distribuição de valores desviados em licitações da Prefeitura. “Em princípio, o prefeito tinha se recusado a repassar o valor de R$ 800 mil para o vice”, disse Risi à TV Anhanguera.
A polícia desvendou o crime contra o prefeito porque já monitorava o executor Gustavo, que é membro de uma facção criminosa.
1 whatsapp image 2019 01 10 at 7 40 09 pm 9264846 - Vice é preso por contratar pistoleiro para matar prefeito
Empresário Paulo Henrique Sousa é investigado por intermediar o crime
Na quinta-feira, três suspeitos foram presos em flagrante por envolvimento na tentativa de homicídio do prefeito de Novo Acordo: Leto Moura Leitão Filho, vice-prefeito do município; o empresário Paulo Henrique Sousa; e Gustavo Araújo da Silva, que seria o autor dos disparos. Eles foram detidos pela Polícia Civil e levados à Delegacia de Investigações Criminais (Deic) de Palmas.
Na saída do depoimento, Leto Moura Leitão negou a autoria do crime e participação em esquema de propina.
A defesa do prefeito vitimado também repudiou a acusação de existência de propina nas licitações da prefeitura.
Da Redação 
Com O Dia

Compartilhe :

veja também

0 comentários Em: "Vice é preso por contratar pistoleiro para matar prefeito "

Deixe um comentário!

Atenção: Não escreva pornografia ou ofensa pessoal.

Faça seu orçamento sem compromisso!
Faça parte desta campanha! Publicidade how to make gifs Publicidade how to make gifs Publicidade how to make gifs

últimas notícias