|

Mulher é condenada a prisão por obrigar a filha a comer fezes

A mãe confessou o crime mas alegou que não houve tortura

Uma mulher que obrigou a filha de 5 anos a comer as próprias fezes foi condenada pelo Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJ-MT) pelo crime de tortura. Andréia Cristina Celestino da Silva é moradora de Juara, a 690 km de Cuiabá, e deve cumprir 3 anos e 1 mês de prisão em regime aberto.
De acordo com o G1, o processo indica que conselheiros tutelares foram até a casa da família após uma denúncia anônima. A criança foi flagrada “com o rosto todo cheio de fezes humana com cheiro muito forte, com a roupa toda suja de fezes, e com marcas de agressão no braço direito e na mão esquerda, além de várias marcas de agressão na perna direita e nas nádegas”.
A mãe, que já havia sido condenada em primeira instância e que confessou o crime, recorreu da decisão negando que tivesse praticado tortura, já que “ao aplicar o castigo pessoal na vítima, não pretendeu torturá-la, mas, sim, almejou corrigi-la”.
No entanto, o desembargador Marcos Machado, relator do processo, considerou que os atos de agredir, esfregar e submeter a criança sob sua guarda a comer as próprias fezes foram desproporcionais e desarrazoados a cunho corretivo, e não se apresentam compatíveis com caráter disciplinar.
O laudo psicológico aponta que a criança sofreu sensação de rejeição, perda de valor, baixa autoestima, desejo de isolamento, sentimento de perda amorosa, extroversão, necessidade de contato afetivo, insegurança e sensibilidade, sendo diagnosticada com transtorno de depressão e aprendizagem, e ainda estresse pós-traumático.
Fonte: noticiasaominuto

Compartilhe :

veja também

0 comentários Em: "Mulher é condenada a prisão por obrigar a filha a comer fezes"

Deixe um comentário!

Atenção: Não escreva pornografia ou ofensa pessoal.

Faça seu orçamento sem compromisso!
Faça parte desta campanha! Publicidade how to make gifs Publicidade how to make gifs Publicidade how to make gifs

últimas notícias