|

Prefeito de Esperança, PB, reduz salários dele e de auxiliares

O prefeito de Esperança, Nobinho Almeida, no Agreste da Paraíba, reduziu os salários dele, da vice, e de secretários e assessores do município. O decreto do dia 9 de novembro foi divulgado na manhã desta quarta-feira (28) pela Secretaria de Comunicação da cidade. De acordo com o prefeito, a medida é para reduzir os custos, com o objetivo do equilíbrio financeiro das contas municipais, para que as metas orçamentárias sejam cumpridas de acordo com a legislação.


Até o dia 31 de dezembro deste ano, serão reduzidos 30% dos subsídios do prefeito e da vice-prefeita; 10% dos subsídios dos secretários e subsecretários, Chefe de Gabinete e Procurador Geral do Município; 10% da remuneração aos diretores de Trânsito, Executivo e Tesoureira; 20% da gratificação dos assessores Adjuntos, de Gabinete, Administrativos e Chefes do Departamento Municipal de Trânsito; 20% da remuneração de agentes de fiscalização e trânsito, diretores geral, financeiro e técnico, operadores de Banco de Dados e de Cadastro.

A medida prioriza também assegurar a continuidade dos atendimentos essenciais à população e garantir a eficiência administrativa no oferecimento dos serviços públicos. A determinação considerou o relatório elaborado pela Secretaria de Finanças, que apontou uma expressiva queda de arrecadação no atual exercício.

Ainda de acordo com o prefeito, a crise econômica no país reflete na queda mais acentuada dos repasses da União e do Estado, resultando na adoção de medidas para garantir que as metas orçamentárias e fiscais sejam devidamente atingidas.

No decreto, o prefeito afirma que, em virtude da queda na arrecadação, as despesas com pessoal aumentaram. Ele considera ainda a necessidade de garantir o pagamento em dia da folha e dos fornecedores, bem como os investimentos já definidos no planejamento anual e na execução das obras de infraestrutura.


Ações que visam à redução dos gastos

De acordo com o Decreto, caberá às Secretarias Municipais executar ações que visem à redução dos gastos com custeio, avaliar a necessidade de manutenção dos contratos administrativos e os relatórios recebidos pela Secretaria Municipal de Finanças, além de adotar medidas de restrição orçamentária.

Ainda segundo o Decreto, serão reduzidos 10% da produtividade e plantões de todos os profissionais, exceto médicos das Unidades Básicas de Saúde (UBS), da gratificação dos servidores efetivos e comissionados vinculados às Secretarias de Administração e de Finanças. E, por fim, 20% da gratificação dos coordenadores efetivos, contratados e comissionados da Secretaria de Saúde. Os demais servidores com funções gratificadas terão redução de 100% do valor total das gratificações.


Medidas em órgãos da administração

Os titulares dos órgãos da administração deverão determinar o desligamento de todos os aparelhos eletrônicos no horário de almoço e no final do expediente. Estão suspensas todas e quaisquer aquisições de bens e serviços que não sejam essenciais para a administração pública, exceto as que comprometam o funcionamento dos órgãos da administração municipal. Além de eventos culturais, esportivos e demais eventos de natureza comemorativa, que gerem quaisquer gastos financeiros ao município.

Excluem-se da suspensão, as contratações de despesas para realização de investimentos em obras de infraestrutura já definidas no planejamento municipal, e mediante autorização do prefeito, bem como aquelas necessárias para cumprimento de objeto de convênio celebrado entre o município e o Estado ou a União.


Fica proibida também no âmbito da administração a contratação de pessoal, exceto a título de substituição, nas áreas de educação, saúde e limpeza urbana. As medidas determinadas no Decreto serão avaliadas e terão duração até o dia 31 de dezembro deste ano, podendo ser revogadas, alteradas ou prorrogadas até o cumprimento das metas estabelecidas.
G1

Compartilhe :

veja também

0 comentários Em: "Prefeito de Esperança, PB, reduz salários dele e de auxiliares "

Deixe um comentário!

Atenção: Não escreva pornografia ou ofensa pessoal.

Faça seu orçamento sem compromisso!
Faça parte desta campanha! Publicidade how to make gifs Publicidade how to make gifs Publicidade how to make gifs

últimas notícias