|

Na PB nenhum dos 36 deputados estaduais e 12 parlamentares federais foram eleitos com os próprios votos

Nas eleições deste ano, nenhum dos 36 deputados estaduais eleitos e reeleitos bem como nenhum dos 12 deputados federais  com seus próprios votos, ultrapassando assim o quociente eleitoral – ou seja, obtiveram uma cadeira na ALPB por meio de votação própria, sem depender dos votos totais obtidos pelo conjunto do partido ou coligação.
É certo que as coligações partidárias nas eleições proporcionais estão prestes a entrar em extinção, graças à reforma política do ano passado, que determinou o fim deste sistema a partir de 2020. No pleito geral deste ano, as composições multipartidárias foram marcadas por um certo equilíbrio de votos, onde a ajuda dos não eleitos foi fundamental para a conquista das vagas no Legislativo estadual e federal, não tendo a figura do ‘puxador’ de votos.

Nem os dois candidatos que mais conquistaram os eleitores para deputado estadual (Cida Ramos, com 56.048 votos) e federal (Gervásio Maia, 146.860 votos) conseguiram atingir o quociente eleitoral para cada cargo sozinhos. O Quociente eleitoral (que é o índice alcançado para estabelecer a conquista de uma cadeira nas eleições proporcionais) para o cargo de deputado estadual na Paraíba foi de 56.984 votos (936 a mais que o número alcançado pela socialista).

Já na corrida pelas 12 cadeiras federais, o quociente eleitoral foi de 165.781 votos (16.921 a mais que os conquistados pelo atual presidente da Assembleia). Além disso, no cálculo das sobras, as mais votadas acabam colhendo outras vagas legislativas. Na eleição deste ano, na Paraíba,
o candidato eleito com menor número de votos para a Assembleia foi Chió (Rede), com 17.437. Outros dez candidatos tiveram resultados superiores nas urnas, em comparação ao seu desempenho mas não conquistaram vaga.
É o caso do deputado Jutay Meneses (PRB), que recebeu 26.640 votos no pleito, mas não conseguiu se eleger, mesmo estando na coligação que mais ganhou cadeiras na ALPB, A Força do Trabalho III (PSB, PTB, PRB, Podemos, PDT, PC do B e PRP), que colocou 15 deputados. Seu desempenho foi melhor que o de alguns eleitos nas demais coligações do seu grupo político, como Junior Araujo (Avante, com 24.093 votos); Bosco Carneiro (PPS, 21.557); Dr. Erico (PPS, 20.327); e Chió (Rede, 17.437).
Fonte: pbagora

Compartilhe :

veja também

0 comentários Em: "Na PB nenhum dos 36 deputados estaduais e 12 parlamentares federais foram eleitos com os próprios votos"

Deixe um comentário!

Atenção: Não escreva pornografia ou ofensa pessoal.

Faça seu orçamento sem compromisso!
Faça parte desta campanha! Publicidade how to make gifs Publicidade how to make gifs Publicidade how to make gifs

últimas notícias