|

Decreto institui 2019 como Ano Cultural de Jackson do Pandeiro em Alagoa Grande

Em homenagem ao centenário de Jackson do Pandeiro, comemorado no ano que vem, o Prefeito de Alagoa Grande, Antônio Sobrinho, instituiu o ano de 2019 como sendo o “Ano Cultural Jackson do Pandeiro”. O Decreto foi publicado nesta quarte-feira (07), e entra em vigora na data de sua publicação.



Conforme o decreto, as Secretarias de Educação e de Esporte, Juventude e Lazer deve realizar, durante todo o ano, atividades culturais e socioesportivas no âmbito escolar, mobilizando alunos, professores, servidores e a comunidade circunvizinha da escola em homenagens e produção cultural acerca da vida e obra de Jackson do Pandeiro.



As atividades devem primar pela interdisciplinaridade, sem prejuízo do conteúdo regular, cabendo à direção da escola, se necessário, adotar providências para compatibilizar a carga horária.



Ainda de acordo com o decreto, os eventos promovidos pelo Município, como shows, concertos, seminários, festivais, salões de artesanato e exposições, sempre que conveniente, deverá ser oportunizado ao público conhecer a obra de Jackson do Pandeiro.



JACKSON DO PANDEIRO



José Gomes Filho, o Jackson do Pandeiro, nasceu em Alagoa Grande em 31 de agosto de 1919, e passou boa parte da vida em Campina Grande. Começou a admirar a música por meio da mãe dele, a cantadora de coco Flora Maia, que colocou o filho para tocar zabumba aos sete anos.



Ganhou o apelido de Jackson inspirado em um personagem americano de filme de faroeste, do qual era fã. O artista trabalhou em rádios de Campina Grande, João Pessoa e Recife, quando começou a receber atenção da mídia e ficou conhecido como o homem orquestra pelo domínio da percussão.



Seu primeiro sucesso, “Sebastiana”, na década de 1950, o lançou para o Brasil e para o mundo. Jackson chegou a fazer duetos e parcerias com nomes como Luiz Gonzaga, Edgar Ferreira e Rosil Cavalcanti e ganhou o título de Rei do Ritmo.



Jackson do Pandeiro morreu de embolia pulmonar e cerebral em 10 de julho de 1982, aos 62 anos, em Brasília.

Compartilhe :

veja também

0 comentários Em: "Decreto institui 2019 como Ano Cultural de Jackson do Pandeiro em Alagoa Grande "

Deixe um comentário!

Atenção: Não escreva pornografia ou ofensa pessoal.

Faça seu orçamento sem compromisso!
Faça parte desta campanha! Publicidade how to make gifs Publicidade how to make gifs Publicidade how to make gifs

últimas notícias