|

Após infecção, previsão de alta de Bolsonaro é adiada

Informação foi confirmada com a direção do PSL; quadro não apresenta risco, diz partido

Após infecção, o candidato do PSL, Jair Bolsonaro, adiou a saída do hospital que estava prevista para sexta-feira, 28. De acordo com pessoas próximas ao presidenciável, o quadro foi constatado após a retirada do catéter na quarta-feira. Bolsonaro está internado no Hospital Israelita Albert Einstein desde o dia 7 de setembro após sofrer um atentado a faca em Juiz de Fora (MG) no dia 6. A informação foi antecipada pelo site BR18, do Grupo Estado.
Segundo o Estado apurou junto à direção do PSL, a infecção é bacteriana e foi diagnosticada após a retirada do catérer. O boletim médico do hospital divulgado nesta quinta-feira não abordou a questão. É um procedimento comum em hospitais mandar a ponta do catéter, que fica em contato com o sangue, para exames. Isso é feito justamente para verificar se há ou não infecção. Caso seja constatada presença de bactérias, inicia-se tratamento com antibiótico, o que pode adiar a alta hospitalar.
Estado apurou também que a avaliação médica repassada a equipe de Bolsonaro é de que o quadro não apresenta nenhum tipo de risco e que o candidato poderia sair neste domingo, 30.
Bolsonaro foi esfaqueado pelo pedreiro Adelio Bispo de Oliveira e precisou ser operado na Santa Casa da cidade, dia 6. No dia seguinte, ele foi transferido para o Albert Einstein, em São Paulo. A previsão inicial era de que Bolsonaro só retomaria a suas atividades no final deste mês.
Fonte: www.terra.com.br

Compartilhe :

veja também

0 comentários Em: "Após infecção, previsão de alta de Bolsonaro é adiada"

Deixe um comentário!

Atenção: Não escreva pornografia ou ofensa pessoal.

Faça seu orçamento sem compromisso!
Faça parte desta campanha! Publicidade how to make gifs Publicidade how to make gifs Publicidade how to make gifs

últimas notícias