|

‘Chegaram atirando’, diz pai de jogador de sinuca paraibano confundido com criminoso no Ceará

A polícia fez um bloqueio para averiguar. Infelizmente não deu tempo fazer a barreira e os meninos se depararam com a viatura e os policias já atirando”. Esse é o relato do pai do motorista do carro que foi alvejado por policiais militares do Ceará. O caso ocorreu na noite desta terça-feira (31) na cidade de Campos Sales. No carro, havia quatro paraibanos e um deles morreu depois de ser baleado. Eles estavam indo para um evento de sinuca.
O pai do motorista é o ex-policial Gutemberg Gomes. Ele acredita que os policiais adotaram um procedimento errado e destaca que os outros ocupantes do carro não morreram “por um milagre”. Segundo ele, o filho não teria percebido que se tratavam de policiais e acelerou até uma cidade próxima.
“Quando meu filho viu esses tiros continuou porque viu uma cidade pertinho e achou que o mais correto era correr até lá e se jogar no chão. Aí continuaram os tiros. Quando os policiais se depararam com o erro, ficaram transtornados”, destacou o pai.
Pai do motorista do carro disse que policiais cometeram erro durante abordagem no Ceará (Foto: Reprodução/TV Paraíba)
Pai do motorista do carro disse que policiais cometeram erro durante abordagem no Ceará (Foto: Reprodução/TV Paraíba)
José Messias Guedes Oliveira, 35 anos, foi a vítima que estava no carro e morreu. O corpo dele está sendo transferido para o estado da Paraíba e deve chegar à cidade de Patos ainda na noite desta quarta-feira, onde vai ser velado na casa de parentes. O enterro está previsto para as 17h desta quinta-feira (2), no cemitério Santo Antônio, que fica no bairro Monte Castelo, em Patos.
Ainda sobre o caso, um sobrevivente declarou em boletim de ocorrência que um policial relatou ter recebido ligação de um frentista denunciando que havia homens com fuzis em um veículo. Um amigo da vítima disse que o frentista de um posto de combustíveis onde eles pararam para lanchar e abastecer o carro acionou a polícia após ter visto as malas com os tacos dentro do carro e achar que fossem fuzis.
A secretaria da Segurança Pública informou que equipes da Polícia Militar foram acionadas para verificar uma denúncia anônima de “homens em atividades suspeitas em um carro”. Os militares foram até o local e avistaram o veículo na CE-371, iniciando uma perseguição. Segundo a nota, intermitentes sinais sonoros foram ligados, mas o automóvel não reduziu a velocidade nem parou no posto rodoviário estadual de Campos Sales.
Paraibanos viajaram de carro para São Luís para participar de competição de sinuca (Foto: Reprodução/TV Verdes Mares Cariri)
Paraibanos viajaram de carro para São Luís para participar de competição de sinuca (Foto: Reprodução/TV Verdes Mares Cariri)
De acordo com a Federação Paraibana de Sinuca e Bilhar, os jogadores estavam indo para o 5º Campeonato Norte/Nordeste de Sinuca neste fim de semana em São Luís, no Maranhão. No meio do trajeto, eles pararam em um posto de combustíveis para abastecer, lanchar, pedir informações e depois seguir viagem.
O competidor José Messias Guedes Oliveira, 35 anos, foi atingido na região do abdômen e morreu. Um outro jogador que estava no carro foi ferido de raspão no pescoço e socorrido em um hospital. O veículo foi atingido por diversos tiros.

Compartilhe :

veja também

0 comentários Em: "‘Chegaram atirando’, diz pai de jogador de sinuca paraibano confundido com criminoso no Ceará"

Deixe um comentário!

Atenção: Não escreva pornografia ou ofensa pessoal.

Faça seu orçamento sem compromisso!
Faça parte desta campanha! Publicidade how to make gifs Publicidade how to make gifs Publicidade how to make gifs

últimas notícias