|

UEPB adia início do período letivo 2018.1 para mais de 3 mil novos alunos

A reitoria da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) adiou o início do período letivo 2018.1 para os 3.077 aprovados pelo Sistema de Seleção Unificada (SiSU) nesta segunda-feira (18). De acordo com a portaria publicada nesta segunda-feira, o período vai ter início apenas em 2019.
O adiamento, entre outras medidas, foi feito para evitar “que a Universidade enfrente uma realidade ainda mais drástica, de insolvência financeira que poderia, inclusive, comprometer pagamento de servidores docentes e técnico-administrativos, bem como a manutenção de atividades essenciais”.
Além do adiamento do início do período letivo, o reitor Rangel Júnior determinou a suspensão do pagamento de horas extras, do afastamento de professores e técnico-administrativos para capacitação ou formação continuada que implique em contratação de substituto; da concessão de mudança de regime de trabalho aos servidores que implique em aumento nas despesas de pessoal; das ajudas de custo ou hospedagens para convidados de outras instituições; e da concessão de transporte para a participação de alunos em eventos acadêmicos.
Segundo o reitor Rangel Junior, caso não fossem adotadas essas medidas emergenciais, inadiáveis e de fortes repercussões acadêmicas e sociais, a UEPB poderia ser levada a uma situação de insolvência de consequências imprevisíveis, já no segundo semestre deste ano.
“Mesmo que o governo indique que devemos fechar alguns Centros, temos a opinião contrária ao fechamento de qualquer câmpus. Podem até cogitar isso para depois de 2020, mas até lá nossa posição é de que não fecharemos nenhum campus”, afirmou Rangel.

Compartilhe :

veja também

0 comentários Em: "UEPB adia início do período letivo 2018.1 para mais de 3 mil novos alunos"

Deixe um comentário!

Atenção: Não escreva pornografia ou ofensa pessoal.

Faça seu orçamento sem compromisso!
Faça parte desta campanha! Publicidade how to make gifs Publicidade how to make gifs Publicidade how to make gifs

últimas notícias