|

“Pastor” e “Missionária” são presos acusados de torturar e matar a facadas membro da própria igreja

O pastor evangélico Daniel Mariano da Silva, 30, que planejou e participou do assassinato de um fiel da mesma igreja que ele frequentava, foi preso e apresentado nesta quarta-feira de manhã (20/6), na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).
A missionária Jéssica Anaqueri Azevedo, 24, mulher de Daniel, também foi presa como suspeita de participação no crime que teve como vitima fatal o evangélico Wallace de Souza Batista, 32, mais conhecido como “Preto”, que foi torturado e morto com várias facadas.
De acordo com o delegado titular da DEHS, Jeff David Mac Donald, Wallace foi arrastado para uma área de mata do Coroado, Zona Leste, no dia 23 de março deste ano e assassinado a facadas por Daniel Mariano e o casal Ítalo Amaral Pinho e Silvane Ribeiro da Silva.
O casal Ítalo Amaral e Silvane estão com mandado de prisão expedido pela Justiça e estão sendo procurados, segundo informou o delegado Jeff David.
A motivação do homicídio seria pelo fato de Wallace ter um relacionamento amoroso às escondidas com Jéssica Anaqueri e com Silvane, mulheres de Daniel e Ítalo, que descobriram a traição e depois do sequestro praticaram o assassinato e ocultaram o corpo na mata fechada.
As duas mulheres envolvidas no crime confessaram aos seus maridos que houve a traição conjugal e para não serem assassinadas por eles, concordaram em participar de uma emboscada em que Wallace “Preto” acabou torturado e assassinado.

Mceara

Compartilhe :

veja também

0 comentários Em: "“Pastor” e “Missionária” são presos acusados de torturar e matar a facadas membro da própria igreja"

Deixe um comentário!

Atenção: Não escreva pornografia ou ofensa pessoal.

Faça seu orçamento sem compromisso!
Faça parte desta campanha! Publicidade how to make gifs Publicidade how to make gifs Publicidade how to make gifs

últimas notícias