|

Pacientes reclamam de demora no resultado de exames

Para compartilhar o conteúdo do link https://www.jpnews.com.br/noticias/pacientes-cobram-mais-agilidade-em-consultas-e-exames-medicos-na-cidad/91299/ utilize os botões de compartilhamento da página.
Reclamações na área de saúde são recorrentes na cidade, mas desde a semana passada houve um pico. A redação recebeu várias ligações de usuários reclamando que o Pronto-Atendimento do Bairro Patronato (PA) e a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA), que fica no Bairro Perpétuo Socorro, estavam superlotados e o atendimento, demorado. Segundo os responsáveis de cada setor, não há nada de anormal, o que acontece é que, na maioria das vezes, as pessoas acabam procurado o local errado. O que era para servir de ajuda a pacientes de urgência e emergência acaba virando consultório médico.  
Ontem, o pedreiro Misael Barbieri deixou de ir ao trabalho para acompanhar a mãe até a UPA. Ele amparava a mãe no colo para tentar amenizar a dor que ela sentia. A aposentada Jalma Barbieri 60 anos, procurou atendimento pela segunda vez no local porque além de não conseguir caminhar, estava sentindo dor na cabeça, nas costas e nas pernas. Na primeira vez, ela consultou, foi medicada e voltou para casa. Ontem, retornou com os mesmos sintomas. Ela e o filho, que moram na Vila Schirmer, chegaram por volta das 7h. Em menos de uma hora, foia tendida, fez um raio x no pulmão, mas precisavam aguardar o resultado com o diagnóstico para então ser medicada. Eles foram liberados por volta das 13h.
- O problema é ficar esperando de 3 a 4 horas pelo resultado, e não podemos ir para casa. A gente fica sem comer e com dor - afirmou Jalma.
EXAMES
Cansado de esperar, o pequeno Bernardo Abella, 4 anos, estava dormindo no colo da mãe Kelen Machado, 32 anos, auxiliar de escritório. A reclamação é a mesma. Em uma semana, ela procurou a UPA pela quarta vez em função das dores do filho.
- Na primeira e segunda vezes, ele foi medicado, e voltamos para casa. Na terceira vez, foi solicitado um exame de sangue e de urina, esperamos o resultado e não deu nada de grave. Deram remédio, e fomos embora, mas hoje (terça-feira) é a quarta vez que a gente retorna, chegamos de madrugada, o Bernardo foi internado e por sorte o meu marido foi cedo até a secretaria de saúde para tentar a requisição para fazer a ultrassom bem cedo. O problema maior é a demora para esperar o resultado do exame - reclama Kelen.

Do lado de fora indignado, o pai da Cecília de 4 anos e meio, Michel Pazatto Sanches, 28 anos, reclamava da negligência dos médicos. Segundo ele, os profissionais não quiseram fazer um exame de raio x na pequena que queixava-se de dor nas costas, na barriga e estava febril. Em uma das consultas um dos pediatras teria dito que a menina estava com sintomas de pneumonia.
- Eu estive aqui na UPA duas vezes e, na terceira, fui ao PA. Lá, eles fizeram o raio x e, como ela estava com água no pulmão, foi encaminhada para o Husm (Hospital Universitário de Santa Maria) e passou por cirurgia. Agora, ela está bem, mas não entendo porque os médicos não fizeram os exames nela primeiro, antes de piorar - desabafa.

Compartilhe :

veja também

0 comentários Em: "Pacientes reclamam de demora no resultado de exames"

Deixe um comentário!

Atenção: Não escreva pornografia ou ofensa pessoal.

Faça seu orçamento sem compromisso!
Faça parte desta campanha! Publicidade how to make gifs Publicidade how to make gifs Publicidade how to make gifs

últimas notícias