|

Ricardo apresenta Hospital à imprensa e anuncia início das atividades na segunda-feira

O Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires iniciará suas atividades na próxima segunda-feira (9). O anúncio foi feito pelo governador Ricardo Coutinho, na manhã desta quarta-feira (4), durante entrevista coletiva na qual discorreu sobre as características da nova unidade de saúde, que será inaugurado na tarde desta quarta. Após a coletiva, o governador apresentou o Hospital à imprensa, acompanhado por auxiliares do Governo, além dos deputados federais Veneziano Vital do Rêgo e Efraim Filho, o presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Gervásio Maia, deputados estaduais e representantes da área médica.
O Hospital Metropolitano será referência de média e alta complexidade para cardiologia e neurologia (adulto e infantil) em todo o Estado. Cerca de R$ 150 milhões foram investidos na unidade hospitalar. “A partir de segunda, o Hospital já pode começar a realizar cirurgias cardíacas pediátricas, e também estarão abertos os ambulatórios. Os atendimentos serão regulados pelos municípios. No mês de maio, abriremos a urgência para neurologia e, sucessivamente, todos os serviços serão abertos”, garantiu Ricardo Coutinho.
Durante a coletiva, o governador também ressaltou que o Hospital Metropolitano terá um corpo técnico especializado e referenciado em todo o país e afirmou que a unidade de saúde vai fazer da Paraíba um polo nas áreas de cardiologia e neurologia no Nordeste e até no Brasil. “A inauguração deste hospital será um momento extremamente marcante para a saúde na Paraíba”, frisou.
“Este é o maior hospital de cardiologia e neurologia da Paraíba e vem enfrentar um grande problema na saúde, que é o atendimento especializado nestas duas áreas. O Hospital Metropolitano está dotado com tecnologia de ponta e tem toda a infraestrutura adequada para servir a população. Sem dúvida, representa um divisor de águas na saúde paraibana”, afirmou o secretário de Infraestrutura, Recursos Hídricos, Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia, João Azevêdo.
Para a secretária de Saúde, Cláudia Veras, este hospital será o principal equipamento de atendimento às doenças cardiovasculares e será o primeiro hospital 100% público que ofertará este serviço ao povo paraibano. “As doenças do aparelho circulatório representam 30% das causas de óbito no Estado e esse equipamento vem justamente para atender esse perfil. Aqui tivemos uma quantidade significativa de recursos financeiros investidos e também uma equipe qualificada que trabalhou desde 2012 para que este hospital se concretizasse”, lembrou.
O médico Mário Toscano coordenou a equipe de montagem do Hospital Metropolitano e representou a direção da unidade de saúde na coletiva. “Aqui será um grande centro de alta complexidade, absolutamente integrado a rede de atenção à saúde do Estado inteiro. Estará focado na linha de cuidado, por exemplo, do infarto agudo do miocárdio, do AVC e todas as doenças que estão associadas a essas duas entidades”, explicou.
Estrutura – O Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires conta com 226 leitos, sendo 60 de UTI (adulto e pediátrico), além de serviço de diagnóstico por imagem, ambulatório, UTI e UTI Coronariana e Centro Cirúrgico. O Hospital possui heliponto com 40 metros quadrados e capacidade para receber todos os modelos de helicópteros comerciais. O Hospital vai iniciar o atendimento à população com 135 leitos, sendo 26 leitos de observação, 61 de internação, 40 de UTI, 8 leitos de recuperação pós-anestésico e um centro cirúrgico com 5 salas destinadas a cardiologia e neurologia.
“Uma estrutura como esta não tem em nenhum lugar no Nordeste. Não foram poupados recursos na aquisição de equipamentos, tudo é de primeira linha. Este hospital é um sonho realizado e será um lugar de cura, onde as pessoas terão a oportunidade de ser tratadas de forma adequada”, afirmou a diretora-superintendente de Obras do Plano de Desenvolvimento do Estado (Suplan), Simone Guimarães.
Serviços – Os serviços imediatamente disponíveis na unidade serão: Diagnóstico por imagem, funcionando 24 horas; Duas salas de radiologia convencional; Duas salas de angiografia; Duas salas de tomografia; Uma sala de ressonância magnética; Uma sala de ultrassom com Doppler e Ecodoppler Arterial; Dois eletrocardiógrafos; Dois ecocardiógrafos; Uma sala de ergometria, eletroencefalograma e eletroneuromiografia; Seis consultórios para ambulatórios  em cardiologia e neurologia (pediátrica e adulto) Internação; Unidade de Terapia Intensiva e Coronariana – 40 leitos, sendo 10 deles para pediatria e cinco Salas de Cirurgia.

Compartilhe :

veja também

0 comentários Em: "Ricardo apresenta Hospital à imprensa e anuncia início das atividades na segunda-feira"

Deixe um comentário!

Atenção: Não escreva pornografia ou ofensa pessoal.

Faça seu orçamento sem compromisso!
Faça parte desta campanha! Publicidade how to make gifs Publicidade how to make gifs Publicidade how to make gifs

últimas notícias