|

Ricardo demite delegada ligada a Fernandinho Beira-Mar 17 anos após ela ser condenada

A delegada Maria Rodrigues Vasconcelos foi demitida pelo governador Ricardo Coutinho (PSB) nesta semana. Ela é acusada de proximidade com o traficante carioca Fernandinho Beira-Mar e chegou a ser condenada por isso. A condenação foi imposta pela juíza Therezinha Maria de Avellar Duarte, da 1ª Vara Criminal de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, em 2001. Mesmo assim, ela conseguiu reassumir o cargo na Paraíba. Maria Rodrigues foi presa em 2000, quando comandava a Divisão de Captura e Polícia Interestadual (Polinter) de João Pessoa, na Paraíba. Na época, ela foi acusada de cumplicidade com o traficante Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar. Apesar da condenação pelo caso de Beira-Mar, ela foi excluída do cargo por causa do envolvimento com a apropriação de fianças.
Reprodução
Maria Rodrigues foi gravada em áudio numa ligação com o traficante. A Justiça concluiu que Maria atuava na segurança da quadrilha do traficante, repassando informações sigilosas sobre operações de captura dos bandidos e inibindo ações policiais contra o grupo. Maria Rodrigues ainda ajudava financeiramente o bando de Beira-Mar – que a inocentou em conversa, por telefone, com um delegado da PF que acompanhava a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Narcotráfico, no ano passado.
Outras doze pessoas ligadas a Beira-Mar foram condenadas pela juíza. A delegada afirmou, ao ser detida, que tinha informações para comprometer boa parte da polícia paraibana se revelasse tudo o que sabia sobre a ligação dos policiais com traficantes. Ela ficou presa na Companhia de Policiamento de Trânsito, no centro do Rio. Após sua prisão, o então secretário de Segurança Pública da Paraíba, Pedro Adelson, foi exonerado do cargo. A escuta feita pela PF revelou que a delegada mantinha contato constante com as irmãs de Beira-Mar Débora Cristina e Alessandra da Costa, que viviam na Paraíba, onde criavam filhos do criminoso.
Elas eram protegidas por policiais ligados à delegada. Em uma das ligações, Maria se comprometia com o traficante a vir ao Rio para interceder a seu favor junto à promotora Márcia Velasco e à juíza Therezinha, responsáveis pelo processo contra a quadrilha.



Fonte: Blog do Suetoni Souto Maior

Compartilhe :

veja também

0 comentários Em: "Ricardo demite delegada ligada a Fernandinho Beira-Mar 17 anos após ela ser condenada"

Deixe um comentário!

Atenção: Não escreva pornografia ou ofensa pessoal.

Faça seu orçamento sem compromisso!
Faça parte desta campanha! Publicidade how to make gifs Publicidade how to make gifs Publicidade how to make gifs

últimas notícias