|

Paraibanos seriam principais articuladores de fraudes no DF, diz polícia

Quarenta mandados de busca e apreensão foram cumpridos nesta quinta-feira (15), durante a Operação Trickster no Distrito Federal, na Paraíba e em Pernambuco. O trabalho executado pela Polícia Civil do Distrito Federal, em parceria com a Polícia Federal, desarticulou um grupo suspeito de fraudes no Sistema de Bilhetagem Automática (SBA) utilizado pela DFTRANS. Três paraibanos foram presos e, segundo atualização da apuração feita à tarde pela TV Correio, eles seriam os principais articuladores das fraudes.
Foram presos na Paraíba os advogados Rodrigo José Silva Ponto e André Vidal Vasconcelos Silva, além de Vinícius Volpen Quantio. Renato de Melo Alves foi preso em Recife.
Segundo o delegado do caso no Distrito Federal, Fernando César Costa, à TV Correio, essa é apenas a primeira fase da operação, que deverá ter novos andamentos nos próximos dias.
A investigação teve início há aproximadamente quatro meses, visando apurar fraude que estaria ocorrendo no Sistema de Bilhetagem Automática (SBA) utilizado pela DFTRANS, consistente na compra de créditos para transporte em nome de diversas pessoas jurídicas inexistentes, perfazendo baixas fictícias dos boletos de pagamentos, gerando créditos fraudulentos em favor dessas empresas que depois seriam descarregados em permissionários coniventes do sistema de transporte. Na sequência, os créditos descarregados nos permissionários eram ressarcidos pelos cofres públicos.

Compartilhe :

veja também

0 comentários Em: "Paraibanos seriam principais articuladores de fraudes no DF, diz polícia"

Deixe um comentário!

Atenção: Não escreva pornografia ou ofensa pessoal.

Faça seu orçamento sem compromisso!
Faça parte desta campanha! Publicidade how to make gifs Publicidade how to make gifs Publicidade how to make gifs

últimas notícias