|

Cidades paraibanas vão receber ambulâncias do Ministério da Saúde para o Samu

Vinte e uma cidades paraibanas vão receber novas ambulâncias para renovação da frota do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 192).  As cidades beneficiadas são Boqueirão, Caaporã, Cabaceiras, Campina Grande, Catingueira, Conceição, Esperança, João Pessoa, Juripiranga,Lagoa de Dentro, Passagem, Pedra Lavrada, Piancó, Rio Tinto, Santa Cruz, Santa Luzia, São José da Lagoa Tapada, São José de Espinharas, Sapé, Soledade e Teixeira.
As unidades foram entregues pelo governo federal nesta sexta-feira (02) durante uma solenidade em Sorocaba, no interior de São Paulo. Os veículos vão atender a necessidade de 219 municípios brasileiros em 25 estados. Já haviam sido entregues 562 ambulâncias no ano passado para reforçar o atendimento da população e a expectativa é chegar a 2.173 novas unidades até o fim do ano. Com isso, será possível renovar 65,7% de toda a frota. A doação dos veículos às prefeituras foi feita pelo presidente da República, Michel Temer, e ministro da Saúde, Ricardo Barros, em cerimônia em Sorocaba (SP).
"Muitos prefeitos estavam há sete anos sem receber ambulâncias. Então, de certa forma, esses novos veículos farão uma revolução no serviço", ressaltou o Presidente da República, Michel Temer.
Gafe - A cerimônia de entrega foi realizada na cidade de Sorocaba, no interior de São Paulo na manhã desta sexta-feira. Até aí, tudo normal, não fosse um detalhe: a cidade não está na lista do Ministério da Saúde como beneficiada com os novos veículos. O ministro da Saúde, Ricardo Barros, explicou que a cidade já havia sido beneficiada durante uma entrega anterior. "A cidade não está recebendo ambulância hoje por um critério técnico", disse o ministro.
"As ambulâncias são para renovação de frota, para substituir os veículos desgastados pelo tempo. Esse foi o nosso critério prioritário. Primeiro estamos substituindo as de 2011 e, até o final do ano, substituiremos todas até 2015, cumprindo o critério de uso de, no mínimo, três anos. Neste lote compramos 770 veículos e hoje estamos entregando as 300 que já estão prontas. É uma ação no nosso estilo de gestão, estando pronto, entregamos", afirmou o ministro.
O ministro informou ainda que está em curso uma licitação para colocar equipamento de rastreamento em todas as ambulâncias. "É uma medida de gestão. Controlaremos o deslocamento de todas as ambulâncias para otimizar os recursos e organizar o serviço. Além, é claro, de evitar o uso indevido dos veículos. Racionalidade no gasto do dinheiro público, essa é a nossa bandeira", enfatizou Ricardo Barros.
Desde o início desta gestão, o Ministério da Saúde vem investindo na aquisição de veículos para fortalecer o atendimento aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). Além de recursos para as ambulâncias, foi destinado mais R$ 1 bilhão para compra de 1.000 vans para transporte sanitário eletivo e 6.500 ambulâncias brancas - usadas no transporte de pacientes.
O objetivo é qualificar a assistência e garantir a locomoção de pacientes entre municípios e serviços de referência em outras cidades, facilitando o acesso a consultas, exames e internação para cirurgias eletivas. Desde 2004, não havia compra de veículos para transporte sanitário.
O termo de doação das ambulâncias será publicado no Diário Oficial da União, discriminando os municípios contemplados e o prazo que os gestores terão para buscar os veículos.
Panorama Samu - Atualmente, o SAMU atende 82,16% da população brasileira, atuando em 3.532 municípios. Em todo o país, o Ministério da Saúde já habilitou 3.308 unidades móveis entre as de Suporte Básico e Suporte Avançado. Além disso, o Brasil conta com 274 Motolâncias, 13 Equipes de Embarcação e 13 Equipes Aeromédicas.
O objetivo do SAMU 192, que funciona 24h por dia, é socorrer rapidamente pacientes com necessidade de serem levados a unidades que prestam serviços de urgência ou emergência, como hospitais e Unidades de Pronto Atendimento (UPA), para atendimentos clínicos, cirúrgicos, obstétricos, entre outros, evitando sofrimento, sequelas ou mesmo a morte. O acionamento do SAMU se dá pela ligação gratuita à Central de Regulação de Urgências, pelo número 192. A partir do atendimento, as equipes formadas por médicos, enfermeiros, auxiliares de enfermagem e condutores socorristas são destacados para prestar o atendimento.
A melhoria e expansão do atendimento da população é resultado das ações adotadas nesta gestão, que gerou economia de R$ 4,6 bilhões, totalmente reaplicados na saúde do cidadão. Além da renovação da frota do SAMU, foram habilitados 8,5 mil serviços hospitalares e 4,4 mil novos leitos.
Redação N1 com ClickPb

Compartilhe :

veja também

0 comentários Em: "Cidades paraibanas vão receber ambulâncias do Ministério da Saúde para o Samu"

Deixe um comentário!

Atenção: Não escreva pornografia ou ofensa pessoal.

Faça seu orçamento sem compromisso!
Faça parte desta campanha! Publicidade how to make gifs Publicidade how to make gifs Publicidade how to make gifs

últimas notícias