|

Bandidos que atacaram carro-forte na Paraíba usaram metralhadora .50, capaz de derrubar avião

As Polícias Civil e Militar da Paraíba e do Rio Grande do Norte procuram ainda os criminosos que teriam sido responsáveis pela explosão de um carro-forte na manhã desta quarta-feira (28) entre as cidades de Santa Luzia e São José do Sabugi.
“Estamos trabalhando em conjunto em busca do paradeiro dos responsáveis por este crime. Os bandidos deixaram vários carros abandonados atrapalhando o trânsito nas pistas, além de grampos espalhados pelas imediações, justamente para evitar o trabalho da polícia”, disse o delegado Elcenho Engel, titular da Delegacia de Santa Luzia.
Ele explicou como foi a ação protagonizada pelos assaltantes, um assalto que contou com detalhes cinematográficos, o uso de explosivos e de uma das armas mais temidas de uso exclusivo das Forças armadas: A metralhadora .50.
“Os seguranças trafegavam normalmente de Santa Luzia para São José do Sabugi quando viram uma caminhonete Frontier atravessada na pista. Eles ainda conseguiram desviar, mas a caminhonete passou a perseguí-los. Em cima da caminhonete tinha uma metralhadora .50 e os bandidos disparavam contra o carro-forte, perfurando a blindagem. Então, chegou uma hora que o carro-forte começou a perder velocidade e ameaçou parar. Os seguranças jogaram o carro para o canteiro lateral, desceram e correram para o mato. Depois de um tempo, de longe, eles ouviram o estrondo violento da explosão”, relatou o delegado.
Arma exclusiva – A metralhadora usada pelos bandidos na ação é de uso exclusivo das Forças Armadas e é usada para perfurar blindagens reforçadas e até derrubar aeronaves. “Não é uma arma qualquer. É um armamento diferenciado que exige gente preparada para usar, além da adaptação do veículo”, explicou.
Na estrada, carros queimados e abandonados atrapalhavam o tráfego dos veículos e a atuação da polícia. Grampos espalhados pela rodovia ameaçavam furar pneus dos carros que passavam no local.
“Não conseguimos perseguir os suspeitos. A perícia trabalhou para identificar a origem dos explosivos, mas ainda não conseguiu. A empresa responsável pelo carro ainda não veio acompanhar os trabalhos e registrar a ocorrência. Eles ainda não informaram o valor roubado”, concluiu o delegado.

Compartilhe :

veja também

0 comentários Em: "Bandidos que atacaram carro-forte na Paraíba usaram metralhadora .50, capaz de derrubar avião"

Deixe um comentário!

Atenção: Não escreva pornografia ou ofensa pessoal.

Faça seu orçamento sem compromisso!
Faça parte desta campanha! Publicidade how to make gifs Publicidade how to make gifs Publicidade how to make gifs

últimas notícias