|

Vítima perdoa tentativa de homicídio, paga advogado e suspeito é solto na Paraíba

Um homem de 29 anos, preso em agosto de 2017 por tentativa de homicídio, foi solto pela Justiça após a vítima contratar um advogado para soltar o réu. A história aconteceu na cidade de Sousa, no Sertão da Paraíba, no dia 24 de janeiro, e divulgada nesta quinta-feira (1º) pelas partes envolvidas. O motivo é que a vítima, Sebastião Felizardo, 39 anos, decidiu perdoar o ex-colega de trabalho Hugo Ferreira, que foi preso pelo crime.


João Hélio, advogado contratado pela vítima para soltar o suspeito, explicou que nunca tinha visto nada parecido na carreira. Em 22 de agosto do ano passado, Hugo trabalhava como flanelinha e esfaqueou Sebastião durante uma discussão, segundo a Polícia Militar. Um policial militar passava no local e conseguiu prender o suspeito em flagrante.


Depois de ser ferida, a vítima correu para dentro de uma igreja, onde foi socorrida e encaminhada para o Hospital Regional de Sousa. Sebastião chegou a ficar quatro dias internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Recuperado dos ferimentos, ele passou a fazer parte de um movimento evangélico e perdoou o Hugo Ferreira pelo crime.


Depois disso, Sebastião conheceu João Hélio e fez a proposta para o advogado para ajudar o agressor. O advogado demorou a entender que Sebastião queria ajudar o homem que tinha tentado matá-lo e não para reforçar para que Hugo continuasse preso.


“Hugo já estava preso há uns quatro meses. Falei para Sebastião que a parte da acusação era com o Ministério Público, que não havia necessidade da minha participação no processo, mas então ele explicou que queria minha ajuda para soltar o seu algoz, e não condená-lo”, relatou o advogado.


“Ele chegou para mim e explicou que havia perdoado de coração o que Hugo havia feito com ele. Na época Sebastião era morador de rua, usuário de drogas, vivia vulnerável”, disse advogado.


Pouco depois da conversa, o advogado fez um pedido de soltura e a audiência foi realizada no dia 23 de janeiro, com participação de Sebastião Felizardo. “O próprio Sebastião manifestou ao juiz, no dia da audiência, que gostaria de retirar o processo, pois havia perdoado Hugo”, explicou João Hélio.


Ao fim da audiência, o juiz José Normando Fernandes decidiu revogar a prisão preventiva de Hugo Ferreira.


Atualmente os dois trabalham juntos no movimento evangélico e são amigos. Hugo Ferreira está desempregado, à procura de trabalho, e Sebastião Felizardo trabalha como vendedor autônomo. Para o advogado, o desenrolar do processo foi a “maior história de perdão” que ele conheceu.


G1

Compartilhe :

veja também

0 comentários Em: "Vítima perdoa tentativa de homicídio, paga advogado e suspeito é solto na Paraíba "

Deixe um comentário!

Atenção: Não escreva pornografia ou ofensa pessoal.

Faça seu orçamento sem compromisso!
Faça parte desta campanha! Publicidade how to make gifs Publicidade how to make gifs Publicidade how to make gifs

últimas notícias