|

Policial suspeito de matar esposa na PB se entrega e alega que tiro foi acidental

O subtenente da Polícia Militar Damião Soares, de 40 anos, suspeito de matar a própria esposa na cidade de Itaporanga, no Sertão paraibano, se apresentou com um advogado na delegacia da cidade na manhã desta sexta-feira (26). O crime ocorreu na quinta-feira (25) e o suspeito fugiu levando a arma. Em depoimento, o militar alegou que o tiro foi acidental.
Segundo o major Douglas Ferreira, comandante da Polícia Militar em Itaporanga, o militar disse em depoimento a Polícia Civil que o tiro teria sido acidental e ocorreu durante uma briga. A vítima chegou a ser socorrida mas morreu durante uma transferência do hospital de Itaporanga para o Hospital Regional de Patos.
“Ele disse que começou a discutir com a esposa e que a arma dele estava em cima de um móvel. Segundo ele, a esposa pegou a arma e no momento em que ele tentou tomar a pistola ocorreu um tiro acidental que atravessou o braço da mulher e ainda atingiu o tórax”, disse o comandante que acompanhou todo o depoimento na delegacia.
Além de se entregar, o subtenente também entregou a arma, uma pistola calibre ponto 40. Depois de prestar depoimento ao delegado de Polícia Civil, Gleberson Fernandes, o subtenente foi levado para a sede do 3º Batalhão de Polícia Militar (3ºBPM) na cidade de Patos, onde está preso.

Compartilhe :

veja também

0 comentários Em: "Policial suspeito de matar esposa na PB se entrega e alega que tiro foi acidental"

Deixe um comentário!

Atenção: Não escreva pornografia ou ofensa pessoal.

Faça seu orçamento sem compromisso!
Faça parte desta campanha! Publicidade how to make gifs Publicidade how to make gifs Publicidade how to make gifs

últimas notícias