|

JP tem serviço gratuito para tratar pacientes com pensamento suicida

João Pessoa é o único município paraibano a dispor de um serviço público de urgência para atender casos de pensamento suicida, distúrbios psiquiátricos em fase aguda e descompensação dos tratamentos psiquiátricos.


O serviço, que atende moradores da Grande João Pessoa, funciona no Pronto Atendimento de Saúde Mental (PASM), que fica no Complexo Hospitalar de Mangabeira Governador Tarcísio de Miranda Burity (Ortotrauma), em Mangabeira.

O acesso ao serviço é por demanda espontânea, geralmente da família, ou por encaminhamento dos Centros de Atenção Psicossocial (CAPs) ou dos Centros de Atenção Integral à Saúde (Cais), quando observa-se que o indivíduo oferece risco à sua vida ou à de terceiros. A internação pode ser voluntária ou involuntária (por decisão da família ou judicial).

Tratamento

Ao ingressar no PASM, o paciente é avaliado por uma equipe multidisciplinar, que envolve psicologia, serviço social e enfermagem. O médico avalia o paciente para descobrir quais são suas disfunções psíquicas e dar as orientações necessárias do tratamento terapêutico e medicamentoso.

Normalmente, o paciente fica internado por um período de 72h, até que fique estabilizado. Se a situação não for resolvida após a internação, o paciente é regulado para um hospital psiquiátrico credenciado pelo SUS.

Em João Pessoa há o Instituto de Psiquiatria da Paraíba (IPP) e o Complexo Psiquiátrico Juliano Moreira. Quando o paciente é estabilizado, ele é encaminhado a fazer ou retomar tratamento nos CAPs ou Cais.

Compartilhe :

veja também

0 comentários Em: "JP tem serviço gratuito para tratar pacientes com pensamento suicida"

Deixe um comentário!

Atenção: Não escreva pornografia ou ofensa pessoal.

Faça seu orçamento sem compromisso!
Faça parte desta campanha! Publicidade how to make gifs Publicidade how to make gifs Publicidade how to make gifs

últimas notícias