|

Peritos criminais e policiais civis paralisam atividades por 24 horas na Paraíba

Agentes, escrivães e motoristas da Polícia Civil e peritos do Instituto de Polícia Científica (IPC) da Paraíba paralisam as atividades por 24 horas a partir das 8h desta quarta-feira (27). Durante a paralisação não vão ser realizadas diligências como cumprimento de mandados de busca e apreensão, de prisão, operações policiais, serviços de cartórios ou perícias criminais.
A Associação dos Policiais Civis de Carreira da Paraíba (Aspol-PB) e o Sindicato dos Peritos Oficiais do Estado da Paraíba (Sindiperitos-PB), entidades de classe que encabeçam a paralisação, afirmaram que os 30% do efetivo vão ser mantidos para que haja continuidade do serviço público.
Suana Melo, presidente da Aspol-PB, informou que a paralisação foi decidida em assembleia geral extraordinária realizada no dia 14 de dezembro. Por sua vez, o presidente do Sindiperitos-PB, Herbet Boson, explicou que a paralisação dos peritos foi decidida em votação feita em assembleia no dia 21 de dezembro após frustradas todas as tentativas de negociação com o governo.
O delegado-geral adjunto da Polícia Civil da Paraíba, Isaías Gualberto, assinou um ofício circular, divulgado na terça-feira (26), onde classifica a paralisação com greve e trata o movimento como inconstitucional e passível de punições administrativas. Gualberto ainda determinou que todas as delegacias expeçam relatórios das atividades realizadas nesta quarta-feira e que a Corregedoria da Polícia Civil faça visitas às delegacias e centrais de flagrantes.
G1

Compartilhe :

veja também

0 comentários Em: "Peritos criminais e policiais civis paralisam atividades por 24 horas na Paraíba"

Deixe um comentário!

Atenção: Não escreva pornografia ou ofensa pessoal.

Faça seu orçamento sem compromisso!
Faça parte desta campanha! Publicidade how to make gifs Publicidade how to make gifs Publicidade how to make gifs

últimas notícias