|

Ex-presidente da Câmara de Alagoa Grande é condenado por improbidade

Josildo Oliveira foi condenado a suspensão dos direitos políticos e a pagamento de multa civil no valor de R$ 99 mil

A Justiça atendeu a ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público da Paraíba e condenou o ex-presidente da Câmara Municipal de Alagoa Grande, Josildo de Oliveira Lima, por improbidade administrativa por contribuições previdenciárias não contabilizadas e não recolhidas no valor de R$ 99.489,62, no exercício de 2009, e suspendeu os direitos políticos dele por cinco anos.


De acordo com a ação, ajuizada pelo promotor de Justiça João Benjamim Delgado Neto, o relatório de auditoria realizada pelo Tribunal de Contas do Estado demonstrou a omissão do então presidente da Câmara no recolhimento das contribuições patronais e previdenciárias junto ao Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS), no exercício de 2009.

Na decisão, o juiz José Jackson destaca que ao não recolher as contribuições, o ex-presidente causou prejuízo ao erário, porque o Município teve que arcar com o débito, fazendo parcelamento com incidência de juros e correção monetária.

Josildo Lima foi condenado, além da suspensão dos direitos políticos, a pagamento de multa civil no valor de R$ 99.489,62; e ressarcimento integral do dano no valor de R$ 99.489,62.



WSCOM

Compartilhe :

veja também

0 comentários Em: "Ex-presidente da Câmara de Alagoa Grande é condenado por improbidade "

Deixe um comentário!

Atenção: Não escreva pornografia ou ofensa pessoal.

Faça seu orçamento sem compromisso!
Faça parte desta campanha! Publicidade how to make gifs Publicidade how to make gifs Publicidade how to make gifs

últimas notícias