|

Bebê tem cabeça arrancada durante o parto em Santa Casa; assista

Uma reportagem exibida pela TV Vitoriosa, afiliada do SBT no interior de Minas Gerais, comoveu o Brasil inteiro. Nela, a dor de uma mãe que teve os sonhosUma reportagem exibida pela TV Vitoriosa, afiliada do SBT no interior de Minas Gerais, comoveu o Brasil inteiro. Nela, a dor de uma mãe que teve os sonhos destruídos pelo fantasma da negligência. Segundo Tânia Borges da Silva, moradora da cidade de Araguari, o bebê que ela esperava, uma menina que se chamaria Rebeca, teve a cabeça arrancada durante o parto. O médico que realizou o procedimento teria puxado a criança pelos pés.
Apesar das duas tentativas de internação para fazer uma cesária, encaminhadas pelo médico do pré-natal, Tânia não conseguiu ficar internada. Na última tentativa, a paciente conseguiu a internação, mas apesar de o médico que acompanhou a mãe da criança, que é da cidade de Tupaciguara, a 60km de Araguari, alegar que, no caso dela, não teria como ser parto normal, os plantonistas da Santa Casa de Araguari insistiram em tentar o parto natural. A criança estava na posição pélvica (sentada).
"Na ambulância, a enfermeira disse para o motorista: "Pisa porque se nascer aqui, vai morrer todo mundo". No hospital, a enfermeira começou a empurrar. Nisso, minha filha ficou presa na região da bacia, e eu sentia dor. Na hora que puxaram pelos pés, arrancaram a cabeça dela", alegou Tânia na reportagem.
Após a perda da filha, Tânia entrou na Justiça contra a Santa Casa de Araguari. O processo ainda está em andamento e o hospital não quis se pronunciar sobre o assunto. destruídos pelo fantasma da negligência. Segundo Tânia Borges da Silva, moradora da cidade de Araguari, o bebê que ela esperava, uma menina que se chamaria Rebeca, teve a cabeça arrancada durante o parto. O médico que realizou o procedimento teria puxado a criança pelos pés.
Apesar das duas tentativas de internação para fazer uma cesária, encaminhadas pelo médico do pré-natal, Tânia não conseguiu ficar internada. Na última tentativa, a paciente conseguiu a internação, mas apesar de o médico que acompanhou a mãe da criança, que é da cidade de Tupaciguara, a 60km de Araguari, alegar que, no caso dela, não teria como ser parto normal, os plantonistas da Santa Casa de Araguari insistiram em tentar o parto natural. A criança estava na posição pélvica (sentada).
"Na ambulância, a enfermeira disse para o motorista: "Pisa porque se nascer aqui, vai morrer todo mundo". No hospital, a enfermeira começou a empurrar. Nisso, minha filha ficou presa na região da bacia, e eu sentia dor. Na hora que puxaram pelos pés, arrancaram a cabeça dela", alegou Tânia na reportagem.
Após a perda da filha, Tânia entrou na Justiça contra a Santa Casa de Araguari. O processo ainda está em andamento e o hospital não quis se pronunciar sobre o assunto.
Com Paraíba.com

Compartilhe :

veja também

0 comentários Em: "Bebê tem cabeça arrancada durante o parto em Santa Casa; assista"

Deixe um comentário!

Atenção: Não escreva pornografia ou ofensa pessoal.

Faça seu orçamento sem compromisso!
Faça parte desta campanha! Publicidade how to make gifs Publicidade how to make gifs Publicidade how to make gifs

últimas notícias