|

Morre professora que tentou salvar crianças de incêndio em creche

Chega a sete o número de mortos pelo incêndio na creche em Janaúba, interior de Minas Gerais, causado pelo segurança do local nesta quinta-feira. As vítimas são uma professora que tentou impedir a ação, quatro crianças e o próprio segurança. Damião Soares Santos, de 50 anos, jogou álcool no seu corpo e nos alunos e logo depois ateou fogo. O menino que morreu na noite desta quinta estava a caminho de Belo Horizonte para atendimento e foi identificado como Renan Nícolas. Ele teve 90% do seu corpo queimado.
A professora Heley de Abreu Silva Batista, 43 anos, também faleceu após duas paradas cardíacas. Ela teve 90% do seu corpo queimado e estava internada no Hospital Regional de Janaúba em estado gravíssimo. Heley tentou enfrentar o segurança e impedir que ele jogasse álcool e fogo nas crianças.
Outros alunos e funcionários da creche ficaram feridos no ataque. Trinta e oito pessoas permanecem internadas em hospitais de Montes Claros, Janaúba e Belo Horizonte. Entre elas, estão 22 crianças. Duas funcionárias da creche, que estão em estado grave, foram transferidas de helicóptero de Janaúba para Belo Horizonte, na manhã desta sexta-feira.
O segurança Damião foi o único responsável pelo incêndio na creche municipal em Janaúba, segundo investigações da Polícia Civil. Ele morreu em decorrência das queimaduras no Hospital Regional Janaúba na tarde desta quinta-feira.
De acordo com o delegado Bruno Barbosa Fernandes, Santos premeditou o crime. Familiares do segurança disseram, de acordo com a polícia, que o homem planejava se matar. "Ele disse na última terça-feira que daria um presente a todos se matando em breve", disse o delegado.
Além disso, na manhã desta sexta-feira equipes da Polícia Civil estiveram na casa do segurança e encontraram vários galões com álcool e cartas escritas por ele, nas quais dizia ter predileção e afeto por crianças.
A polícia teve acesso a um relatório do Centro de Apoio Psicossocial (Caps) indicando que ele estava em tratamento psiquiátrico desde 2014. O policial ainda acredita que, com a morte do segurança, a tendência é que o inquérito seja arquivado.
O Dia

Compartilhe :

veja também

0 comentários Em: "Morre professora que tentou salvar crianças de incêndio em creche"

Deixe um comentário!

Atenção: Não escreva pornografia ou ofensa pessoal.

Faça seu orçamento sem compromisso!
Faça parte desta campanha! Publicidade how to make gifs Publicidade how to make gifs Publicidade how to make gifs

últimas notícias