|

Penta! Cruzeiro vence Flamengo nos pênaltis e conquista Copa do Brasil

O Cruzeiro é pentacampeão da Copa do Brasil! Depois do empate por 1 a 1 na primeira final contra o Flamengo, o time celeste recebeu os cariocas no Mineirão e conseguiu fazer o dever de casa. Mas a tarefa não foi fácil, já que a equipe de Mano empatou por 0 a 0 no tempo normal e só confirmou a taça na disputa de pênaltis, vencida por 5 a 3.

O Cruzeiro iniciou batendo os pênaltis, Henrique, Léo, Hudson, Diogo Barbosa e Thiago Neves fizeram o gol que garantiram a classificação. Já o Flamengo fechou a série. Guerrero, Juan e Trauco acertaram, mas Diego desperdiçou a cobrança.

Veja quem errou e acertou as cobranças de cada equipe na decisão do título.

Flamengo inicia bem e acerta a trave com Guerreiro

Mesmo jogando fora de casa e com o estádio lotado de cruzeirenses, o Flamengo não se intimidou e iniciou duelo com bom rendimento. A equipe de Rueda tocava bem a bola e não mostrou afobação com o peso da decisão. O primeiro gol só não saiu por detalhe logo nos primeiros minutos. Em cobrança de falta, Guerrero bateu muito bem e a bola beliscou o travessão de Fábio, aos 6min.

Cruzeiro melhora e coloca Muralha para trabalhar

Aos poucos o Cruzeiro conseguiu se ajustar em campo e oferecer perigo ao adversário. Os mineiros não confiavam muito em Muralha e passaram a arriscar chutes de fora da área. Thiago Neves teve a melhor chance aos 14min, quando recebeu na grande área e chutou por cima do gol rúbeo-negro.

Donos da casa ensaiam pressão após intervalo, mas sem grande chance

Na volta do intervalo, os donos da casa voltaram dispostos a abrir o placar. O Cruzeiro passou a tocar a bola perigosamente, em algumas vezes até dentro da área do Flamengo. O problema é que os mineiros não conseguiram criar grandes oportunidades e viram os cariocas equilibrarem novamente o duelo.

Muralha falha, mas Arrasceta perdoa

A insegurança em Muralha se justificou. O goleiro teve atuação irregular, apesar de boas defesas ao longo do jogo. Aos 33min do segundo tempo, a pior falha. Ele errou o tempo de bola e deixou o gol livre para Arrascaeta. O uruguaio, no entanto, não teve a frieza do matador e acertou a rede pelo lado de fora. A chance mais fácil do duelo.

Show de luzes e queima de fogos

A CBF (Confederação Brasileira de Futebol) organizou um grande evento para a final da Copa do Brasil. A entrada dos times no gramado do Mineirão teve show de luzes e queima de fogos. O barulho foi tão intenso que ficou praticamente impossível ouvir o hino nacional brasileiro.

Tumulto na entrada e nos bares com a torcida do Flamengo

Os torcedores do Flamengo sofreram para entrar no Mineirão. Com apenas oito catracas no setor de visitante, houve aglomeração e tumulto. Seguranças e Polícia Militar precisam agir para evitar uma invasão. Muitos rubro-negros ficaram insatisfeitos e discutiram com os PMs. O clima se entendeu ao bar do estádio, quando diversos flamenguistas se amontaram e forçaram a porta do estabelecimento. O Batalhão de Choque foi chamado e dispersou a confusão com spray de pimenta. As vendas só recomeçaram após 20 minutos.

Polícia Militar realiza nove detenções no Mineirão

Nove detenções foram registradas durante a partida de volta da final da Copa do Brasil, conforme informado pela Polícia Militar de Minas Gerais ao UOL Esporte. Três foram os motivos das prisões no Mineirão: brigas entre torcedores (conforme vídeo acima), cambistas e provocação de tumulto. Os atos são infrigem o Estatuto do Torcedor.?

Fora do Mineirão: Torcedor morre antes do jogo

Um torcedor do Flamengo de 37 anos que se encaminhava para o estádio morreu momento antes de chegar no Mineirão. Ele estava em um Uber com amigos quando sofreu um mal súbito. Equipes da Polícia e dos Bombeiros chegaram a tentar reanimar a vítima, que foi a óbito no caminho para o hospital.

CRUZEIRO 0 () x () 0 FLAMENGO
Data: 27 de setembro de 2017 (quarta-feira)
Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (SP)
Auxiliares: Marcelo Van Gasse (SP) e Danilo Ricardo Simon Manis (SP)
Público e renda:
Cartões amarelos: Ezequiel e Hudson (CRU) Pará e Guerrero (FLA)
Cruzeiro
Fábio; Ezequiel, Léo, Murilo e Diogo Barbosa; Henrique, Hudson, Robinho (Rafinha) e Thiago Neves; Alisson (Élber) e Raniel (Arrascaeta)
Técnico: Mano Menezes
Flamengo
Alex Muralha; Pará, Réver, Juan e Trauco; Cuéllar, Willian Arão e Diego; Everton (Lucas Paquetá), Berrío e Guerrero
Técnico: Reinaldo Rueda

UOL Esportes

Compartilhe :

veja também

0 comentários Em: "Penta! Cruzeiro vence Flamengo nos pênaltis e conquista Copa do Brasil"

Deixe um comentário!

Atenção: Não escreva pornografia ou ofensa pessoal.

Faça seu orçamento sem compromisso!
Faça parte desta campanha! Publicidade how to make gifs Publicidade how to make gifs Publicidade how to make gifs

últimas notícias