|

TRE-PB cassa mandato de prefeito e vice de cidade no Sertão por compra de votos

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PB) cassou os mandatos do prefeito e do vice-prefeito de Junco do Seridó, Kléber Fernandes de Medeiros e Rawlisson Menezes de Medeiros, por crime eleitoral. Além da perda dos mandatos, o juiz eleitoral Rossini Amorim Bastos decretou a inelegibilidade dos políticos por oito anos subsequentes à eleição em que se verificaram as ilegalidades e pagamento de multa, o que também se estender ao ex-prefeito da cidade, Cosmo Simões de Medeiros, também citado na denúncia. A sentença foi publicada, nesta quarta-feira (28), no diário eletrônico do órgão.
O Ministério Público Eleitoral (MPE) acusa o prefeito de abuso do poder econômico e político, condutas vedadas, captação ilícita de sufrágio; uso da máquina administrativa do Município de Junco em favor da candidatura de Kleber Fernandes de Medeiros e Rawlisson Meneses de Medeiros, candidatos apoiados pelo prefeito Cosmo Simões de Medeiros; utilização de máquinas do PAC para realização de obras em propriedades particulares barreiros e barragens subterrâneas; utilização de servidores; doação de terrenos; distribuição de material de construção em veículos da edilidade; construção de estradas, cercas e barreiros em bens particulares; e acusa a presença do candidato Kleber em obras e divulgação de fotos de sua presença em obras no Facebook.
De acordo com o MPE, todas as condutas praticadas tiveram por fim a captação de lícita de sufrágio, marcado pelo abuso do poder econômico e político.

Blog do Gordinho

Compartilhe :

veja também

0 comentários Em: "TRE-PB cassa mandato de prefeito e vice de cidade no Sertão por compra de votos"

Deixe um comentário!

Atenção: Não escreva pornografia ou ofensa pessoal.

Faça seu orçamento sem compromisso!
Faça parte desta campanha! Publicidade how to make gifs Publicidade how to make gifs Publicidade how to make gifs

últimas notícias