|

Pesquisa relaciona pela 1ª vez Zika a glaucoma em crianças expostas ao vírus

Uma equipe de pesquisadores do Brasil e da Yale School of Public Health (EUA) publicou o primeiro estudo demonstrando que o Zika pode causar glaucoma em crianças que foram expostas ao vírus durante a gestação.


A exposição ao vírus Zika, durante a gravidez, provoca alterações congênitas no sistema nervoso central, incluindo a microcefalia. Pesquisadores da Escola de Saúde Pública do Brasil e de Yale haviam relatado, anteriormente, durante a epidemia de microcefalia, que o vírus também causa lesões graves na retina, porção posterior do olho. No entanto, até agora, não havia evidências de que o Zika causaria glaucoma, uma condição que pode resultar em danos permanentes no nervo óptico e cegueira.

“Identificamos o primeiro caso em que o vírus Zika parece ter afetado o desenvolvimento da câmara anterior ou da parte frontal do olho, durante a gestação, e causado glaucoma após o nascimento”, disse Albert Icksang Ko, professor da Yale School of Public Health e co-autor do estudo publicado na revista Ophthalmology.

Ko mantém uma parceria com pesquisadores brasileiros de longa data e tem trabalhado com cientistas locais desde que o Zika apareceu pela primeira vez, nas Américas, para compreender melhor os defeitos de nascença que são causados pelo vírus e os fatores de risco para a Síndrome Congênita do Zika.

“Ao realizarem suas investigações sobre a epidemia de microcefalia em Salvador, no Nordeste do Brasil, os pesquisadores identificaram um menino de três meses que foi exposto ao vírus Zika durante a gestação. Embora nenhum sinal de glaucoma estivesse presente no momento do nascimento, a criança desenvolveu inchaço, dor e lacrimejamento no olho direito. A equipe de pesquisa diagnosticou o glaucoma como a causa dos sintomas e, juntamente com os oftalmologistas locais, realizou uma trabeculectomia, uma operação que aliviou com sucesso a pressão dentro do olho”, afirmou o oftalmologista Virgílio Centurion, diretor do Instituto de Moléstias Oculares (IMO).

“Embora esta seja a primeira incidência conhecida de glaucoma em uma criança com o vírus Zika, os médicos devem estar cientes de que o glaucoma é outro sintoma grave da doença que deve ser monitorado. Pesquisas adicionais são necessárias para determinar se o glaucoma em crianças com Zika é causado pela exposição indireta ou direta ao vírus, durante a gestação ou pós-parto”, explicou a especialista em glaucoma do IMO, a oftalmologista Márcia Lucia Marques.

O vírus Zika, que é transmitido principalmente através de mosquitos infectados, atingiu níveis epidêmicos em várias áreas do mundo e é de particular preocupação no Brasil, onde a Organização Pan-Americana da Saúde relata mais de 200 mil casos suspeitos e 109 mil confirmados da doença. Desde que o surto começou, em 2015, o Zika já chegou aos Estados Unidos, com mais de 4 mil casos relacionados com viagens e 139 casos de mosquitos adquiridos localmente confirmados, de acordo com o CDC, Centro de Controle de Doenças dos Estados Unidos. Atualmente não existe vacina para o vírus Zika.

portalcorreio

Compartilhe :

veja também

0 comentários Em: "Pesquisa relaciona pela 1ª vez Zika a glaucoma em crianças expostas ao vírus"

Deixe um comentário!

Atenção: Não escreva pornografia ou ofensa pessoal.

Faça seu orçamento sem compromisso!
Faça parte desta campanha! Publicidade how to make gifs Publicidade how to make gifs Publicidade how to make gifs

últimas notícias