|

Homem mata amante depois dela se recusar a fazer aborto

Um homem de 22 anos foi preso na noite de quarta-feira (7) por suspeita de ter assassinado a balconista Elisânia da Conceição Leal, de 40 anos, em Santa Isabel. À polícia ele contou que a mulher era sua amante e estava grávida, mas se recusava a abortar.

O suspeito ainda disse que temia pelo fim do casamento e que a esposa também estava grávida. Depois de contar histórias desconexas, ele disse que pretendia fugir após o crime, mas o carro encalhou. A mulher foi assassinada com golpes de martelo e tinha um corte profundo no pescoço.

Este é o segundo feminicídio registra no Alto Tietê em menos de 24 horas. O último caso foi na noite de terça-feira (6), em Suzano. A vítima era uma mulher de 21 anos que foi morta pelo ex-marido, um montador de 31 anos, que não se conformava com o fim do relacionamento.

No caso de Santa Isabel, o suspeito, de 22 anos, acionou a Polícia Militar por volta das 20h30 e informou que havia uma vítima de homicídio na Avenida Brasil, em Santa Isabel. De acordo com o boletim de ocorrência, ao chegarem ao endereço os policiais encontraram o suspeito ofegante e falando coisas sem sentido.

Compartilhe :

veja também

0 comentários Em: "Homem mata amante depois dela se recusar a fazer aborto "

Deixe um comentário!

Atenção: Não escreva pornografia ou ofensa pessoal.

Faça seu orçamento sem compromisso!
Faça parte desta campanha! Publicidade how to make gifs Publicidade how to make gifs Publicidade how to make gifs

últimas notícias