|

Ministro do STF manda afastar Aécio Neves do mandato de senador

O ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), mandou afastar o presidente nacional do PSDB, Aécio Neves (MG), do mandado de senador. O parlamentar tucano também é alvo de mandados de busca e apreensão na manhã desta quinta-feira (18).

A Polícia Federal (PF) está na manhã desta quinta-feira em diferentes endereços ligados ao senador Aécio Neves (PSDB-MG), presidente nacional do PSDB. A operação se estende ainda aos gabinetes no Congresso do próprio Aécio Neves, Zeze Perella e Rocha Loures e à residência de Andréa Neves, irmã do senador. Os imóveis de Aécio são localizados no Lago Sul, em Brasília; em Ipanema, no Rio de Janeiro; e em Anchieta (MG). Ele também tem uma fazenda no município de Cláudio, no interior de Minas.

Segundo uma testemunha que acompanha a ação da PF, o senador Aécio Neves está na sala de sua casa em Brasília já trajando camisa e calça social e conversando com os policiais federais que estão dentro da residência.

Em BH, uma viatura com cinco agentes chegou por volta de 6h desta quinta-feira. A movimentação na delegacia da PF em Belo Horizonte começou por volta de 4h. Não há ninguém no imóvel e os agentes aguardam chegada de um chaveiro para poder entrar na residência.

Em Ipanema, no Rio de Janeiro, a Polícia Federal está no prédio do senador acompanhada de representantes do Ministério Público (MP). Um chaveiro foi chamado para abrir o apartamento e um funcionário do hotel ao lado foi chamado como testemunha. Da rua, três agentes são vistos vasculhando a sala do apartamento do senador na manhã desta quinta-feira.

A operação também se estende a mandados de busca e apreensão em três gabinetes do Congresso: de Aécio Neves, Rodrigo Rocha Loures e Zeze Perella.

Nessa quarta-feira (17) foi divulgado que Joesley Batista entregou à Procuradoria-Geral da República (PGR) uma gravação em que o presidente do PSDB surge pedindo nada menos que R$ 2 milhões ao empresário, sob a justificativa de que precisava da quantia para pagar despesas com sua defesa na Lava-Jato.

O diálogo gravado durou cerca de 30 minutos. Aécio e Joesley se encontraram no dia 24 de março no Hotel Unique, em São Paulo. Quando Aécio citou o nome de Alberto Toron, como o criminalista que o defenderia, não pegou o dono da JBS de surpresa. A menção ao advogado já havia sido feita pela irmã e braço-direito do senador, Andréa Neves. Foi ela a responsável pela primeira abordagem ao empresário, por telefone e via WhatsApp (as trocas de mensagens estão com os procuradores). As investigações, contudo, mostrariam para a PGR que esse não era o verdadeiro objetivo de Aécio.

Compartilhe :

veja também

0 comentários Em: "Ministro do STF manda afastar Aécio Neves do mandato de senador "

Deixe um comentário!

Atenção: Não escreva pornografia ou ofensa pessoal.

Faça seu orçamento sem compromisso!
Faça parte desta campanha! Publicidade how to make gifs Publicidade how to make gifs Publicidade how to make gifs

últimas notícias