|

Chuvas em João Pessoa continuam nesta terça e 12 famílias já estão desabrigadas na Capital

Pelos menos 12 famílias ficaram desabrigadas devido às chuvas caídas na Capital nas últimas horas. Pessoas que residiam nos bairros São José e dos Ipês foram socorridas para casas de parentes, amigos e abrigos da Prefeitura.
A Defesa Civil ainda registrou sete pontos de alagamentos: em frente à estação da rede ferroviária (cidade baixa), na Rua Maciel Pinheiro (centro), no bairro dos Bancários, na ladeira do Varjão e dois pontos do Valentina de Figueiredo, sendo um deles no acesso entre o conjunto e o bairro de Mangabeira.
O orgão registrou ainda um deslizamento de barreira no KM 19 da BR 230, no conjunto Castelo Branco. Parte de uma árvore foi derrubada devido às chuvas na Avenida Epitácio Pessoa, outra caiu na Avenida Tabajaras, no Centro, pela manhã.
Segundo o coordenador  da Defesa Civil  de João Pessoa,  Noé Estrela, as chuvas do mês de maio já ultrapassaram a média histórica, no entanto, os danos causados foram mínimos. “A média de chuvas para o mês de maio ficava entre 300 e 400 milímetros cúbicos de água e tivemos neste período 486,2m até agora”, destacou.
Apesar do aumento de 72% no volume de chuvas em relação a outros períodos e de, nas últimas 24h já ter chovido 155 milímetros cúbicos, a Defesa Civil registrou apenas uma ocorrência de família desabrigada em Mandacaru – que já retornou à moradia – e um deslizamentos de terra na barreira do Castelo Branco.
“Avisamos a Polícia Rodoviária Federal sobre o deslizamento e acionamos a Emlur, para realização da limpeza. Nós trabalhamos em parceria com a participação de diversas secretarias e órgãos da gestão. Estamos em alerta e seguindo com as ações para sanar os danos causados pela chuvas”, ressaltou Noé.
Alerta – Ainda de acordo com o coordenador os alertas possuem quatro níveis de risco: leve, moderado, alto e muito alto. “Quando uma região com risco elevado de incidentes como deslizamentos e enxurradas é visitada por frentes frias ou por concentrações de nuvens que podem gerar pancadas de chuvas, o aviso é emitido imediatamente. Estamos de prontidão desde a 1h da madrugada, quando recebemos o aviso da Cemaden”, informou.
Ação – As ações da Defesa Civil são parte do programa ‘João Pessoa em Ação – Gestão de Riscos e Administração de Desastres’, da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP). Na pauta do programa há 11 atividades, que integram diversas secretarias da PMJP.
O objetivo é promover intervenções que minimizem o impacto de desastres naturais naquelas comunidades. Há quatro anos, o programa promove, de acordo com um calendário pré-estabelecido com as secretarias participantes, ações como desassoreamento de rios, capinação, roçagem, remoção de entulhos, demolição de residências, poda de árvores, limpeza de canaletas, loneamento de barreiras, desobstrução de galerias pluviais, recuperação de bocas de lobo, além de assistência social, entre outras.
Parceiros – as secretarias de Infraestrutura (Seinfra), Desenvolvimento Urbano (Sedurb), Desenvolvimento Social (Sedes), Meio Ambiente (Semam), além da Autarquia Especial Municipal de Limpeza Urbana (Emlur) e Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob-JP), com a realização de revisão e substituição de placas de sinalização vertical; levantamento in loco para a elaboração de projetos de melhoria de fluxo; ações educativas com a equipe de Educação no Trânsito, etc.
Ocorrências – O atendimento da Defesa Civil funciona Atendimento 24horas pelo número 0800 285 9020. O órgão fica no Paço Municipal, na Praça Pedro Américo, 70, 1º andar, no Centro de João Pessoa.
Paraíba.com

Compartilhe :

veja também

0 comentários Em: "Chuvas em João Pessoa continuam nesta terça e 12 famílias já estão desabrigadas na Capital"

Deixe um comentário!

Atenção: Não escreva pornografia ou ofensa pessoal.

Faça seu orçamento sem compromisso!
Faça parte desta campanha! Publicidade how to make gifs Publicidade how to make gifs Publicidade how to make gifs

últimas notícias