|

Bandido se ajoelha e pede perdão da mãe do sargento PM que ele matou.

O assaltante Lineker Araújo Silva, 25, foi apresentado na manhã desta segunda-feira, 22, na Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (DERFD), como autor dos tiros que mataram o sargento da Polícia Militar, Marcos Aurélio Marques Soares, 52, no dia 21 deste ano.


O policia militar foi assassinado a tiros, quando lanchava com sua noiva, em um bar e restaurante localizado na Rua das Pedras Corais, no bairro do Tancredo Neves, e reagiu quando Lineker e sua amásia, Jaiara Ketlen Conceição Leal, que ainda não foi presa, chegaram no local e anunciaram um assalto.


Lineker confessou o crime e disse que matou
  porque sargento reagiu ao assalto

O sargento Marcos Aurélio tentou sacar sua arma da cintura e foi baleado três vezes morrendo no local, diante da noiva, que só não foi morta porque saiu correndo, igualmente a outros clientes que estavam no restaurante e bar, quando o casal chegou anuciando o assalto e pegando celulares nas mesas.

Um momento de grande comoção durante a apresentação do assaltante e latrocida, foi quando a mãe do sargento morto, a aposentada, Maria do Carmo Marques Soares, 72, que mandou que Lineker se ajoelhasse e pedisse perdão a Deus por ter tirado a vida de seu filho, que ela também o perdoaria de coração.

"Ele matou o meu filho primogênito. Era um bom rapaz, trabalhador e servia à corporação militar com muita honestidad e respeito aos colegas e até os bandidos que prendia, lhes garantia o direito da integridade física. Por isso tinha uma ficha limpa na Polícia Militar. Mesmo assim, entrego a Deus a decisão final sobre a punição deste criminoso e lhe dou sim, o meu perdão", disse a aposentada.

Sargento Marcos Aurélio foi assassinado com três tiros
pelo assaltante Lineker Araújo (Fotos: Divultgação)

O assaltante fez o que a mãe do sargento pediu e ainda disse para a aposentada que não tinha intenção de matar seu filho, pois só queria roubar celulares de quem estava no local, para depois comprar droga e bebidas para ele e sua amásia, mas, segundo o bandido, o sargento reagiu e teve que atirar nele.

De acordo com o delegado titular da DERFD, Adriano Félix, ainda não se tem notícia do paradeiro de Jaiara Ketlen, amásia e cúmplice de Lineker na morte do sargento PM Marcos Aurélio, no entanto, as investigações vão continuar o tempo que for preciso para prendê-la, asseverou o delegado.

VEJA VÍDEO!

Compartilhe :

veja também

0 comentários Em: "Bandido se ajoelha e pede perdão da mãe do sargento PM que ele matou."

Deixe um comentário!

Atenção: Não escreva pornografia ou ofensa pessoal.

Faça seu orçamento sem compromisso!
Faça parte desta campanha! Publicidade how to make gifs Publicidade how to make gifs Publicidade how to make gifs

últimas notícias