|

Direto no bolso: Governo cobra de forma ilegal ICMS sobre tarifas e eleva contas de energia em até 30% na Paraíba

O Governo de Estado que mais aumentou impostos no Brasil nos últimos anos também é o que vem cobrando imposto ilegal nas contas de energia elétrica. De forma disfarçada, o Governo Ricardo Coutinho cobra ICMS sobre a Tust (Tarifas de Uso dos Sistemas de Transmissão) e a Tusd (Tarifas de Uso dos Sistemas de Distribuição).

Nas contas, é possível identificar a tributação com outros nomes como a cobrança de ICMS sobre serviços de distribuição e de transmissão, ou ainda Eusd (Encargo do Uso do Sistema de Distribuição), o que dá no mesmo. Mas, é ilegal de toda forma. A Energisa, concessionária da energia elétrica da Paraíba, apenas cobra do consumidor e repassa para o Estado.

Pra entender: o Governo vem cobrando ICMS sobre algo que o consumidor não consome. O Ministério Público Federal foi acionado por alguns consumidores e seu parecer foi pela imediata suspensão do pagamento por ser ilegal. Diz o parecer: “Tusd não poderia ser incluída na base de cálculo do ICMS, uma vez que não se identifica com o conceito de mercadorias ou de serviços”.

Em alguns Estados como o Rio Grande do Sul, a Justiça já determinou pela suspensão do pagamento, inclusive com o ressarcimento aos consumidores dos meses cobrados ilegalmente. Segundo advogados ouvidos pelo Blog, a cobrança da Tust e da Tusd por, “em alguns casos, elevar a conta de luz em mais de 30%”. Para suspender a cobrança ilegal, o consumidor deverá requerer judicialmente a suspensão e também o ressarcimento.

Um exemplo – Numa conta de R$ 200, a compra da energia elétrica propriamente dita representa apenas R$ 54,61 do boleto. Ou seja, 26,72% da conta. No caso da Paraíba, R$ 81,55 são de encargos (incluída ai a cobrança ilegal de ICMS sobre distribuição e transmissão), o que representam nada menos do que 39,9% da fatura. E dentro deste valor consta um Esud de R$ 56,23, ou 27,56% da conta.

É esse encargo que está sendo questionado na Justiça, com parecer favorável do Ministério Público Federal. E vários Tribunais de Justiça já deram ganho de causa aos consumidores, suspendendo a cobrança, por considerar ilegal.
 
Com heldermoura.com.br/

Compartilhe :

veja também

0 comentários Em: "Direto no bolso: Governo cobra de forma ilegal ICMS sobre tarifas e eleva contas de energia em até 30% na Paraíba"

Deixe um comentário!

Atenção: Não escreva pornografia ou ofensa pessoal.

Faça seu orçamento sem compromisso!
Faça parte desta campanha! Publicidade how to make gifs Publicidade how to make gifs Publicidade how to make gifs

últimas notícias