|

Polícia identifica ‘lista da morte’ após motorista atropelar criança em Campina Grande

Uma suposta “lista” com três nomes de pessoas a serem mortas foi identificada pela Polícia Civil da Paraíba, na investigação sobre a morte de um motorista que atropelou um criança e bateu em uma árvore ao fugir do local do acidente, em Campina Grande, no Agreste paraibano. Entre os alvos da “lista da morte” estava o nome do pai da criança atropelada. O homem de 26 anos foi assassinado por homens encapuzados, quatro dias após o acidente.
A informação foi confirmada pelo delegado de homicídios da Polícia Civil em Campina Grande, Francisco de Assis, que está investigado o caso. Segundo ele, os nomes de outros dois jovens também estariam entre os indicados para morrerem. As pessoas citadas abandonaram suas residências e provavelmente deixaram a cidade.
De acordo com o delegado, as mortes anunciadas seriam uma represália pela morte do motorista de 26 anos, tendo em vista que testemunhas informaram que, depois do acidente o homem foi agredido por estas pessoas. A Polícia Civil está investigando a relação do motorista morto com facções criminosas. “Há informações de que ele tinha ligações com dois grupos da cidade envolvidos em crimes e estas mortes seriam uma vingança pela morte dele”, disse o delegado.

O acidente aconteceu no dia 11 de outubro deste ano, no bairro Catolé, em Campina Grande. Segundo a Polícia Civil, o homem de 26 anos atropelou uma criança e teria tentado fugir do local. O motorista teria tentado fugir do local mas acabou batendo em um mototáxi, perdeu o controle do veículo e colidi contra uma árvore.

Inicialmente a Polícia Civil estava investigado se o homem teria sido espancado, com base no relato de pessoas no local do acidente. Entretanto, um laudo do Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol) de Campina Grande descartou o espancamento e confirmou que a morte foi provocada por uma lesão na aorta torácica, ocasionada por uma pancada no volante, no momento da batida. O menino atropelado teve apenas ferimentos leves.

Pai morto
Um jovem de 26 anos, que era pai da criança atropelada, foi morto a tiros no final da tarde do domingo 16 de outubro, na rua Padre Anchieta, no bairro do Catolé, em Campina Grande. Segundo a Polícia Civil, a vítima foi executada por três homens encapuzados, que estavam em um carro preto. Um homem que teria indicado o local onde a vítima morava foi preso pela Polícia Civil.






G1PB

Compartilhe :

veja também

0 comentários Em: "Polícia identifica ‘lista da morte’ após motorista atropelar criança em Campina Grande"

Deixe um comentário!

Atenção: Não escreva pornografia ou ofensa pessoal.

Faça seu orçamento sem compromisso!
Faça parte desta campanha! Publicidade how to make gifs Publicidade how to make gifs Publicidade how to make gifs

últimas notícias